Curitiba humaniza marca com humor

Curitiba humaniza marca com humor

Darth Vader,  Teletubbies, Carl Fredricksen, Woody Allen, Jimmy Page e Cumpadre Washington. Onde poderíamos encontrar tantas celebridades reunidas? Talvez nos canais de TV a cabo que exibem séries, desenhos e clipes musicais. Há alguns anos seria improvável encontrá-las numa página do Facebook, ainda mais se a página fosse de um orgão governamental.

Desde 2013, essas e outras celebridades estão em destaque nas postagens da Prefeitura de Curitiba. Elas são a isca para chamar a atenção dos leitores. Por exemplo, o líder da banda Led Zeppelin anuncia a nova iluminação de lâmpadas LED no Mercado Municipal, enquanto o protagonista do filme “Up: Altas Aventuras” explica como os idosos ou pessoas com necessidades especiais poderão utilizar o cartão de passagens para aumentar o tempo de travessia na faixa de pedestre. Tem até cineasta convidando o usuário para participar do Plano Diretor da cidade.

Engajamento

E o que dizer sobre um flerte, que virou namoro e rapidamente chegou ao altar? Tudo começou com o pedido de namoro da Prefeitura do Rio de Janeiro. Em pouco tempo a Prefeitura de Curitiba conseguiu o engajamento de outras prefeituras, bem como de várias empresas e cidadãos. Todos queriam fazer parte da #ListadaNoiva com presentes e doações para a cidade. O Casamento Vermelho aconteceu em grande estilo nos Hemocentros das cidades convidadas para a cerimônia, com o aumento de doadores de sangue. 

A humanização da marca com discurso pessoal e bem humorado tem dado certo. Segundo análise realizada pelo portal Baguete em abril de 2014 , Curitiba lidera o ranking das prefeituras com 8527 interações, seguida por Manaus, com 3902 interações. Nesse mesmo período, a página da prefeitura alcançou cerca de 298 mil pessoas, quase 17% dos 1.849.946 milhão de habitantes. Um anos depois, a página da “Prefs” possui 500 mil amantes da cidade, os #curitilovers.

Relacionamento

O conteúdo sozinho não sustenta nenhuma mídia social, mesmo sendo inovador e original. Por outro lado, as respostas aos comentários dos cidadãos no próprio Facebook ou Twitter têm alcance limitado porque não estão integradas à central de atendimento do consumidor. Nesses casos, a interação em rede restringe-se a respostas simples e, nos casos mais complexos, o usuário é redirecionado ao telefone do atendimento (SAC) para registro do protocolo da solicitação.

Por outro lado, o atendimento colaborativo pela rede social – SAC 2.O ou CRM2.0 –  possibilita que os cidadãos monitorem a cidade enviando pelo celular fotos de buracos, estacionamento irregular, terrenos com lixo, lâmpadas queimadas, bem como sugestões de melhorias para o órgão municipal. O gerenciamento dessas demandas acontece por meio de um aplicativo para celular que pode ser integrado à página do Facebook. 

A solução adotada por Curitiba é o Colab.referramenta presente em várias cidades do Brasil que já recebeu prêmios mundiais de inovação. Curitiba foi a primeira capital a incorporar o Cola.bre como ferramenta oficial de relacionamento com o cidadão, totalizando 3,6 mil demandas recebidas e 1.786 respondidas em um ano de operação. Uma equipe do Departamento de Internet e Mídias Sociais da Secretaria de Comunicação Social acompanha em tempo real as demandas da população pelo painel de monitoramento do aplicativo.


Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE